Ciência é INVESTIMENTO! Vamos transformar o Brasil em uma Nação rica e forte!

VÍRUS ZIKA PODE CAUSAR GLAUCOMA!

VÍRUS ZIKA PODE CAUSAR GLAUCOMA!

Edição Vol. 4, N. 2, 22 de Novembro de 2016

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2016.11.22.005

Um estudo publicado por uma equipe brasileira demonstra pela primeira vez que o vírus Zika pode causar glaucoma em crianças que foram expostas ao vírus durante a gestação.

A exposição ao vírus Zika durante a gravidez provoca defeitos de nascimento do sistema nervoso central, incluindo a microcefalia. Pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Yale e do Brasil já haviam informado precocemente, durante a epidemia de microcefalia, que o vírus também causa lesões graves na retina, a porção posterior do olho. No entanto, até agora, não houve evidência de que o Zika causa glaucoma, uma condição que pode resultar em danos permanentes ao nervo óptico e cegueira.

screen-shot-2016-12-19-at-7-55-08-pm

O QUE É O GLAUCOMA?

O glaucoma é uma doença hereditária progressiva causada pelo aumento da pressão intraocular, que acaba lesionando o nervo óptico (saiba mais sobre a cura em UM COLÍRIO PARA ELIMINAR AS CATARATAS COM POTENCIAL PARA ACABAR COM AS DEMÊNCIAS).

Em 80% dos casos, se não for tratado, pode evoluir para perda total da visão. Descobri-lo tardiamente também pode ser perigoso. “O paciente pode ter perdido muito do campo visual. Há casos em que a pessoa começa a sentir dificuldade para se locomover. Ela não nota obstáculos no meio do caminho porque a visão já está danificada”, diz o oftalmologista do HO Redentora.

Grupos de risco

Algumas pessoas merecem atenção redobrada por apresentarem predisposição para a doença:

  • indivíduos acima dos 40 anos
  • parentes de pacientes com glaucoma
  • pessoas de etnia negra ou afrodescendentes (a incidência da doença é quatro vezes maior nesse grupo)
  • míopes que utilizam lentes acima de seis graus
  • diabéticos que já tiveram traumas ou doenças intraoculares
  • E agora, crianças infectadas com o vírus Zika.

O excesso de uso de cortisona também pode contribuir para o surgimento da doença, principalmente se a droga for aplicada diretamente nos olhos, pois seu princípio ativo pode diminuir a produção de humor aquoso, líquido incolor responsável por regular a pressão interna do olho.

Tratamento

Diagnosticado o glaucoma, o primeiro passo é reduzir a pressão do olho. “Para isso é empregada terapia com colírios. Se não for eficaz, lança-se mão de tratamento com laser. Se mesmo assim não houver melhora,então recorre-se à cirurgia.”

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), são registrados 2,4 milhões de novos casos anualmente, somando 60 milhões de pessoas em todo o mundo.

screen-shot-2016-12-19-at-7-55-14-pm

RELAÇÃO COM O ZIKA VÍRUS

Foi identificado o primeiro caso em que o vírus Zika parece ter afetado o desenvolvimento da câmara anterior ou parte frontal do olho durante a gestação e causado glaucoma após o nascimento pelo grupo de cientistas brasileiros liderados pelo prof. Rubens Belfort, da UNIFESP, em colaboração com o Dr Albert Icksang Ko, professor da Yale School of Public Health. O projeto em colaboração visa compreender melhor os defeitos de nascença que são causados pelo vírus e os fatores de risco para a Síndrome Congênita do Zika.

Ao realizarem suas investigações sobre a epidemia de microcefalia em Salvador, Bahia, os pesquisadores identificaram um menino de três meses que foi exposto ao vírus Zika durante a gestação (1). Embora não houvesse sinais de glaucoma no momento do nascimento, a criança desenvolveu inchaço, dor e lacrimejamento no olho direito. A equipe de pesquisa diagnosticou o glaucoma como a causa dos sintomas e, em conjunto com oftalmologistas locais, realizou uma trabeculectomia, uma operação que aliviou com sucesso a pressão dentro do olho (1).

Embora esta seja a primeira incidência conhecida de glaucoma em uma criança com o vírus Zika, os médicos que tratam pacientes com Zika devem estar cientes de que o glaucoma é outro sintoma grave da doença que deve ser monitorado, disseram os pesquisadores (1). Pesquisas adicionais são necessárias para determinar se o glaucoma em crianças com Zika é causado pela exposição direta ou indireta ao vírus, durante a gestação ou pós-parto.

O vírus Zika, que é transmitido principalmente através de mosquitos infectados, atingiu níveis epidêmicos em várias áreas do mundo e é motivo de especial preocupação no Brasil, onde a Organização Pan-Americana da Saúde relata mais de 200.000 casos suspeitos e 109.000 casos confirmados da doença. Desde que o surto começou em 2015, o Zika já chegou aos Estados Unidos, com mais de 4.000 casos relacionados com viagens relatados, e 139 casos localmente adquiridos através de mosquitos também já foram confirmados, de acordo com o CDC. Atualmente não existe vacina para o vírus Zika.

O Instituto Nanocell vem desenvolvendo testes diagnósticos ultrassensíveis e drogas que possam ser usados para inibir a infecção viral. 

Outros autores do estudo são Bruno de Paula Freitas, Ricardo Khouri, Mônica Mayoral, Daniele Freitas Henriques, Mauricio Maia.

Fonte: Michael Greenwood, Universidade de Yale

Referências

1.de Paula Freitas B, Ko AI, Khouri R, Mayoral M, Henriques DF, Maia M, et al. Glaucoma and Congenital Zika Syndrome. Ophthalmology. 2016.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>