web analytics

Carlos Gustavo dos Santos Higa1

1 Profissional em Educação Física, Faixa Preta 2º Dan em Karatê Shinkyokushin, pós-graduado em Fisiologia do Exercício e Treinamento Esportivo pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais e em Personal Training pela EEFERP – USP, Ribeirão Preto, SP, Brasil

Edição Vol. 7, N. 6, 05 de Novembro de 2020

O câncer é um grave problema de saúde pública no mundo, atingindo pessoas de diferentes etnias, sexo, idade e nível social. Sua incidência e mortalidade vêm aumentando devido a vários fatores, entre eles, o envelhecimento da população, crescimento populacional e aumento na prevalência dos fatores de risco. Em países em desenvolvimento, como o Brasil, tem ocorrido, nos últimos anos, o aumento da prevalência de cânceres cujos fatores de risco estão associados às condições socioeconômicas e hábitos de vida, como sedentarismo, má alimentação, etc. (Bray et al., 2018)

A preocupação com o câncer é crescente e ainda existe muito medo e estigma por parte da população em torno dessa doença. No entanto, uma das formas de combate o câncer é se informar sobre essa doença e discutir cada vez mais sobre os fatores de risco e como preveni-los (Barbosa, 2007). Todos sabem da existência do câncer e possivelmente já tiveram um parente ou já ouviram falar de alguem que teve câncer. Mas, será que todos sabem o que é o câncer?

O câncer pode ser definido como um conjunto de mais de 100 doenças que podem ocorrer em qualquer tecido ou orgão do corpo humano e que têm em comum o crescimento desordenado das células desse tecido ou órgão. Existem várias formas de classificar o câncer, de acordo com o local onde ele se desenvolve, de acordo com a forma com que ele se espalha, de acordo com a gravidade, etc. De acordo com o local em que ele se desenvolve, de forma simplificada, podemos classifica-lo em quatro tipos (INCA, 2011):

  • Carciona – o mais comum entre os casos da doença. Atinge o cólon, próstata, pulmão, mama,etc);
  • Leucemia – atinge as células do sangue;
  • Linfoma – sistema imonológico;
  • Sarcoma – tecidos como ossos, músculos, tendões.

A origem do desenvolvimento de um câncer pode ter várias causas, como as herediárias ou genéticas, alimentação inadequada (fastfood, consumo excessivo de açúcar, gordura, cafeína, álcool), falta de higiene, estlilo de vida inadequado (estresse, fumo, consumo de drogas ilícitas ou lícitas, vida sexual inadequada), ambiente onde vive, etc (INCA, 2011). Alguns tipos de câncer podem ser evitados através da prevenção. Uma das medidas preventivas mais interessantes, pois previne não só o câncer, mas uma série de outras doenças, como doenças cardiovasculares, é a adoção de hábitos de vida saudáveis, como:

  • Controlar o estresse, evitando horas excessivas de trabalho e seprando um tempo diariamente para . descanso e horas de sono adequados;
  • Alimentar-se de forma adequada e suficiente (carbohidratos, frutas, legumes, hortaliças,etc), assim como hidratar-se constantemente;
  • Higiene básica adequada, como lavar as mão com frequência, higienizar os alimentos antes de comer, etcFazer atividade física regularmente;
  • Consultar-se com médico e outros profissionais de saúde de forma regular.

Dentre as atividades físicas que podem ser praticadas com o intuito de combater o sedentarismo e prevenir fatores de risco relacionados ao surgimento de câncer, está o Karatê de Contato. O Karatê é uma das atividades físicas mais completas, do ponto de vista de saúde e quando praticado duas vezes por semana, com aulas de uma hora de duração, é possível perder peso, desenvolver o condicionamento físico, flexibilidade, força e o fator mais importante, bem estar mental e emocional, pois, quando praticado de forma adequada, o Karatê deixa de ser um mero esporte e se torna um modo de vida.Até mesmo pessoas e tratamento decâncer, com intervenções mais agresssivas como cirurgias e o uso de medicamentos quimioterápicos, podem se beneficiar do Karatê de Contato, como forma ajudar na recuperação e tratamento. Nesses casos, os treinos podem ser mais curtos e menos exigentes, dependendo da gravidade da doenças e da individualidade do paciente. Os treinos de luta, por exemplo, podem ser substituídos por treinos de fundamentos da modalidade, como o Kihon, o Kata e o Idogueiko. Além disso, os trabalhos mental e psicológico desenvolvidos no karatê são fundamentais nesse período, em que a maioria dos pacientes se encontra abalada emocionalmente. Assim, com os ensinamentos de superação e evolução constantes do Karatê, os resultados tendem a ser bastante positivos (Ramalho, 2018; Gondim, 2019).

O Karatê de Contato se mostra, assim, uma atividade extremamente versátil e que ao contrário do que se propaga na crença popular, pode ser aplicado a diversas situações e tipos de pessoas, não sendo limitado somente a atletas ou pessoas com capacidade física íntegra. É uma modalidade que sempre vai além da atividade física e da defesa pessoal, caracterísitcas que poucas modalidades de combate desenvolvem.

C:\Users\Higa\Downloads\emi_poland2016.jpg

Fonte: http://www.haukis.com/wp/?p=17153

REFERÊNCIAS

1. BRAY, Freddie et al. Global cancer statistics 2018: GLOBOCAN estimates of incidence and mortality worldwide for 36 cancers in 185 countries. CA: a cancer journal for clinicians, v. 68, n. 6, p. 394-424, 2018.

2. BARBOSA, Leopoldo Nelson Fernandes; FRANCISCO, Ana Lúcia. A subjetividade do câncer na cultura: implicações na clínica contemporânea. Revista da SBPH, v. 10, n. 1, p. 9-24, 2007.

3. INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER. ABC do câncer: abordagens básicas para o controle do câncer. 2011.

4. Ramalho, Bianca.Conceitos Básicos relacionados a Doenças Crônicas e Autoimunes: Considerações para Atuação do Profissional de Educação Física / Bianca Ramalho. – São Paulo: CREF 4/SP, 2018.

5. Pitanga, Francisco José Gondim.Orientações para Avaliação e Prescrição de Exercícios Físicos direcionados à Saúde / Francisco José Gondim Pitanga. – São Paulo: CREF 4/SP, 2019.

admin_cms

One Reply to “O KARATÊ DE CONTATO E O CÂNCER”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Anuncie
Seja um parceiro do Nanocell News. Saiba como aqui.

Inscrição Newsletter

Deseja receber notícias de divulgação científica em seu e-mail?

Aqui você irá encontrar as últimas novidades da ciência com linguagem para o público leigo. É a divulgação científica para os brasileiros! O cadastro é gratuito!

Alô, Escolas!

Alô, Escolas! é um espaço destinado ao diálogo com as escolas, públicas e privadas, seus professores e alunos de todas as áreas (humanas, exatas ou ciências) do ensino médio e superior. A seção Desperte o cientista em você traz notícias, dicas de atividades e experimentos para uso em sala. Aqui você encontra também informações sobre a coleção de livros publicados pelo NANOCELL NEWS sobre ciências e saúde, e sobre o Programa Instituto Nanocell de Apoio à Educação.

Edições Anteriores

Curta a nossa página

css.php