Ciência é INVESTIMENTO! Vamos tornar o Brasil em uma Nação rica e forte!

ESTÁ HÁ MUITAS HORAS SEM DORMIR? Imagine Como Seus Neurônios Estão…

ESTÁ HÁ MUITAS HORAS SEM DORMIR? Imagine Como Seus Neurônios Estão…

Patrícia de Carvalho Ribeiro, Daniel Mendes Filho, Rodrigo R Resende, Ricardo Cambraia Parreira

Edição Vol. 5, N. 03, 7 de Dezembro de 2017

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2017.12.07.002

Aaaaaauuuuu…. que sono é este? Não consigo dormir, mas também não consigo ficar acordado… Muito menos parar para pensar e concentrar-me… parece que meus neurônios todos queimaram!

Durante o sono, entramos em um estado típico de relaxamento muscular, alcançado por um complexo conjunto de fatores, imprescindível para o bom funcionamento do organismo. Já é conhecido que a privação do sono pode ocasionar uma série de malefícios, como alterações psicológicas, cognitivas (alterações de memória e raciocínio, por exemplo), ou mudanças na nossa capacidade de interação social. Além disso, noites mal dormidas estão relacionadas ao aumento do risco de desenvolvimento de hipertensão arterial, diabetes, infarto cardíaco e acidente vascular cerebral (o AVC, ou derrame cerebral) (veja mais sobre o sono em: DÁ PARA APRENDER DORMINDO? Veja Como O Sono Pode Ser Um Bom Professor e GRAVIDEZ, TRANSTORNOS DO SONO E PARTOS PREMATUROS: Qual A Relação?)

 dormir

Figura 1: Sono em qualquer hora e qualquer lugar… Fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/Category:Sitting_asleep#/media/File:Free_College_Pathology_Student_Sleeping_Creative_Commons_(6961676525).jpg

Durante a privação do sono ocorre queda na performance comportamental, o que também pode ser chamado de lapso cognitivo. Contudo, os mecanismos exatos envolvidos com tais mudanças na cognição não são completamente conhecidos. Foi por isso que uma equipe de pesquisadores, formada por Andrillon e colaboradores, realizou um trabalho com o objetivo de compreender as alterações nos neurônios ocasionadas pela ausência de uma noite bem dormida, e qual seria o papel de tais alterações na mudança comportamental observada em indivíduos com privação de sono.

Nesse estudo, publicado na revista Nature Medicine em novembro de 2017, os pesquisadores avaliaram as respostas individuais dos neurônios e como essas respostas se alteram nos chamados lapsos cognitivos. Foram estudados 12 pacientes com epilepsia, os quais tiverem eletrodos implantados no seu cérebro a fim de avaliar o ponto de origem de suas convulsões, já que estes pacientes seriam submetidos à cirurgia por não responderem de forma eficaz aos medicamentos comumente utilizados como terapia para a epilepsia. 

Tendo em vista que a privação de sono pode acelerar o surgimento das convulsões, os pacientes permaneceram acordados a noite toda e, por isso mesmo, foram utilizados como a população em estudo para este trabalho.

Então, foi realizado um teste, baseado no reconhecimento e categorização de imagens, enquanto aproximadamente 1.500 neurônios eram analisados individualmente, com o objetivo de avaliar o quão funcionais essas células estavam, sua atividade e rapidez de disparos de informação. Como resultado, foi possível observar que quanto mais sonolentos e abatidos, mais a capacidade de resposta dos neurônios também se tornava lenta. É interessante notar que, antes do lapso cognitivo (ou seja, antes da ausência de resposta adequada na tarefa proposta pelos pesquisadores), as atividades neuronais tornavam-se mais atenuadas e mais lentas. Dessa forma, a privação de sono foi capaz de fazer com que os neurônios respondessem inadequadamente. 

Esta é uma demonstração factual de que dirigir sonolento pode ser tão perigoso quanto dirigir embriagado! Então, se beber, não dirija! E se estiver com sono, também não! (Figura 2)

  

dormir-2Figura 2: Se beber, não dirija! E se estiver com sono, também não! (Fonte: http://www.nanihumor.com/2010/04/tiras-se-beber-nao-dirija.html)

Os pesquisadores planejam continuar os estudos de forma a compreender melhor os mecanismos envolvidos nas alterações neuronais durante a privação de sono. Mas, considerando os resultados obtidos nesse trabalho, uma coisa é certa: uma noite bem dormida deve estar sempre entre nossas prioridades.

É a ciência guiando nossa maneira saudável de viver! Invista você também em ciências!

 

Referências

Nir Y, Andrillon T, Marmelshtein A, Suthana N, Cirelli C, Tononi G, Fried I. Selective neuronal lapses precede human cognitive lapses following sleep deprivation. Nat Med. 2017 Nov 6.

Institute of Medicine (US) Committee on Sleep Medicine and Research. Sleep Disorders and Sleep Deprivation: An Unmet Public Health Problem. Washington (DC): National Academies Press (US); 2006.

Neuroscience News [homepage na internet]. Blame Tired Brain Cells For Mental Lapses After Poor Sleep [acesso em 06 de novembro de 2017]. Disponível em: http://neurosciencenews.com/poor-sleep-mental-lapses-7885/

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>