Ciência é INVESTIMENTO! Vamos transformar o Brasil em uma Nação rica e forte!

COMPONENTE DO VINHO E DAS UVAS, RESVERATROL, TAMBÉM PODE ACABAR COM ESPINHAS: Resveratrol inibe o crescimento de bactérias que causam a acne.

COMPONENTE DO VINHO E DAS UVAS, RESVERATROL, TAMBÉM PODE ACABAR COM ESPINHAS: Resveratrol inibe o crescimento de bactérias que causam a acne.

Edição Avulsa Vol. 2, N. 01, 06 de Outubro de 2014

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2014.10.06.001

Amanhece o dia e, de repente, quando se olha no espelho, uma bolinha amarelada quase explodindo saltando de sua pele. Uma espinha! O que pode parecer apenas um pontinho amarelo é o início da formação de pus, produto de morte celular e crescimento de bactérias que irão induzir um processo inflamatório e gerar marcas que podem durar o resto da sua vida.

Primeiramente, vamos esclarecer o que é a acne ou popularmente conhecida como “espinha”.

O que é a acne?

A acne é uma doença de pele que causa a formação de espinhas, cravos e lesões vermelhas inflamadas (pápulas, pústulas e cistos). Essas formações são normalmente chamadas de “espinhas” (Figura 1).

Slide1

Figura 1: A acne é caracterizada pela relação entre sebo (ou óleo); folículo piloso, local onde é produzido o pelo; e bactéria. São cerca de 50 tipos de doenças acnéicas; a mais comum e recorrente é a acne vulgar, que pode ser subdividida em três etapas. A primeira delas ocorre quando o folículo piloso é obstruído por célula morta, impedindo a eliminação natural do sebo, ou óleo, que foi produzido. Com isso, surge o comedão, aquele pontinho preto na pele, popularmente conhecido como cravo. Caso o quadro evolua, aparece a pápula, uma elevação endurecida e avermelhada na pele, que pode provocar dor. Quando isso ocorre, é sinal de que houve proliferação de bactérias no local e, consequentemente, o início de um processo inflamatório. Isso leva a acne ao terceiro estágio, na qual a quantidade de bactéria já está alta, causando o que chamam de pústula, uma elevação que contém pus (exatamente o que tentamos eliminar do rosto). Todo esse processo pode demorar até uma semana para que a espinha desapareça por completo.

 

Como ela ocorre?

A acne ocorre quando orifícios minúsculos na superfície da pele, chamados de poros, ficam obstruídos. Cada poro é uma abertura para um folículo que contém um pelo e uma glândula sebácea. Essas glândulas sebáceas ajudam a lubrificar a pele e remover células mortas (Figura 1). São elas que dão a oleosidade da pele.

Quando as glândulas produzem muito óleo, os poros podem ficar bloqueados. Sujeira, resíduos, bactérias e células inflamatórias se acumulam. A obstrução é chamada de comedão. O topo do comedão pode ser branco (espinha) ou preto (cravo) (Figura 1).

Se o comedão romper, o material dentro do comedão causará inchaços e saliências vermelhas.Se a inflamação for profunda, as espinhas podem aumentar e formar cistos firmes e dolorosos.

A acne é um problema causado por inchaço e inflamação, não um problema causado por bactérias.

A acne é mais comum em adolescentes, mas pode acontecer em qualquer idade, mesmo em bebês. Três de cada quatro adolescentes têm acne. As alterações hormonais possivelmente causam o aumento da oleosidade da pele. Entretanto, as pessoas entre 30 e 40 anos também podem ter acne.

A acne tende a atingir pessoas da mesma família e pode ser desencadeada por:

  • Alterações hormonais relacionadas a menstruação, gravidez, pílulas anticoncepcionais ou estresse
  • Produtos oleosos, cosméticos para os cabelos
  • Determinados medicamentos (como esteroides, testosterona, estrogeno e fenitoína)
  • Níveis altos de umidade e suor

A pesquisa

Pesquisadores da UCLA (University of California, Los Angeles, EUA), liderados pelo professor Dr. Jenny Kim, professor de medicina clínica na Divisão de Dermatologia da Escola Geffen, demonstraram como o resveratrol, um antioxidante derivado da uva e também encontrado no vinho e em algumas nozes, funciona para inibir o crescimento das bactérias que causam a acne.

A equipe também descobriu que a combinação de resveratrol com um medicamento comum de combate à acne, o peróxido de benzoíla, pode melhorar a capacidade do medicamento em matar as bactérias e pode ser transformado em novos tratamentos.

Publicado na edição de Setembro de 2014 da revista científica Dermatology and Therapy, os achados laboratoriais iniciais demonstraram que o resveratrol somado ao peróxido de benzoíla atacam as bactérias da acne, chamadas Propionibacterium acnes, de diferentes maneiras (1) (Figura 2).

 

Slide1

Figura 2: Imagens de microscopia de bactérias P da acne deixada sem tratamento (A, B) e incubada durante 24 horas (C, D) com resveratrol. As imagens foram tiradas com aumento de 10.000x (A, C) e 29,000x (B, D). De acordo com os pesquisadores, o resveratrol pode alterar ou enfraquecer a estrutura das bactérias, como se pode observar pela perda de definição e estrutura da membrana do lado de fora das células bacterianas incubadas com resveratrol. Créditos (1).

O resveratrol é a mesma substância que fez com que alguns médicos recomendassem aos adultos que bebessem vinho tinto, devido às suas propriedades que poderiam promover saúde cardíaca. Veja bem, o resveratrol é aquele mesmo composto que é dito ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue, prevenindo o infarto do miocárdio. Mas, foi dito anteriormente aqui, que o melhor seria tomar um suco de vinho bem gostoso! (2) (veja mais em http://www.nanocell.org.br/fonte-da-juventude-sinais-de-envelhecimento-em-camundongos-sao-revertidos/). O antioxidante resveratrol interrompe a formação de radicais livres, que provocam danos aos tecidos e às células. Enquanto o peróxido de benzoíla é um oxidante que funciona através da produção de radicais livres que matam as bactérias da acne. Exatamente o contrário do resveratrol.

Inicialmente já que as ações dos dois compostos são opostas, a associação deveria cancelar o efeito do outro, mas não foi o que aconteceu. Este estudo demonstra que a combinação de um oxidante e um antioxidante pode aumentar a atividade um do outro e manter a atividade de combate às bactérias por um período de tempo mais longo.

A equipe cresceu colônias de bactérias que causam acne e, em seguida, adicionou várias concentrações de resveratrol e peróxido de benzoíla quer, isoladamente, quer em conjunto. Os pesquisadores monitoraram as culturas para o crescimento bacteriano ou sua morte durante 10 dias.

Eles descobriram que o peróxido de benzoílo foi capaz de matar as bactérias inicialmente em todos os níveis de concentração, mas o efeito foi de curta duração e não durou além das primeiras 24 horas.

O resveratrol não tem uma forte capacidade de matar as bactérias, mas pode inibir o crescimento delas durante um longo período de tempo. Surpreendentemente, os dois compostos conjuntamente provou ser o mais eficaz na redução da contagem de bactérias.

Foi como combinar o melhor dos dois mundos, oferecendo um ataque em duas frentes sobre as bactérias.

Os cientistas têm estudado por muitos anos como o peróxido de benzoíla funciona para tratar a acne, mas pouco se sabe sobre o que faz o resveratrol ser eficaz – mesmo que tenha sido objeto de estudos anteriores. Usando um microscópio de alta potência, os pesquisadores observaram que as células bacterianas da UCLA perderam a estrutura e definição das suas membranas externas, o que indicou que o resveratrol poderia funcionar através da alteração e, possivelmente, enfraquecendo a estrutura das bactérias.

Os pesquisadores também cultivaram células da pele e células de sangue humanas com os dois compostos para testar a sua toxicidade. Eles descobriram que o peróxido de benzoíla é muito mais tóxico do que o resveratrol, o que poderia ajudar a explicar o que faz com que a pele se torne, vermelha e irritada, quando ele é usado como um tratamento tópico com alta dose ou concentração.

Os pesquisadores observaram que a combinação dos dois compostos permitiu que os efeitos antibacterianos fossem prolongados sobre as bactérias da acne, minimizando a sua toxicidade para as outras células da pele. A descoberta pode levar a uma terapia mais eficaz e menos irritante contra a acne tópica.

Isso poderia levar a uma nova classe de terapias contra a acne que giram em torno de antioxidantes, como o resveratrol.

A próxima etapa da pesquisa envolverá mais testes de laboratório para melhor entender o mecanismo dos dois compostos. Pesquisas adicionais serão necessárias para validar os resultados em pacientes.

Milhões de pessoas no mundo todo sofrem de acne, e tem um efeito psicossocial significativo para os doentes, mas poucos progressos foram feitos no desenvolvimento de novas estratégias para tratá-la. De acordo com os pesquisadores, efeitos de resistência a antibióticos e secundários limitam a eficácia dos tratamentos atuais, que incluem peróxido de benzoílo, os retinóides, os antibióticos e Accutane (isotretinoína).

 

CUIDADOS E PREVENÇÕES

Autocuidado

Medidas que você pode adotar para ajudar a controlar a acne:

  • Limpe a pele suavemente com um sabonete neutro e hidratante. Retire toda a sujeira ou maquiagem. Lave o rosto uma ou duas vezes ao dia, inclusive após se exercitar. Entretanto, evite esfregar ou lavar a pele repetidamente.
  • Lave seus cabelos diariamente, principalmente se forem oleosos. Penteie os cabelos para trás ou prenda-os para que não fiquem no rosto.

O que você não deve fazer quando tiver acne:

  • Tente não espremer, apertar ou coçar as espinhas. Embora seja tentador, isso pode causar infecções e cicatrizes na pele.
  • Evite usar faixas apertadas, bonés e outros chapéus
  • Evite tocar no rosto com as mãos ou os dedos.
  • Evite cremes ou cosméticos oleosos. Retire a maquiagem à noite. Use fórmulas à base de água ou “não comedogênicas”. Os produtos não comedogênicos já foram testados e provaram não obstruir os poros e causar acne.

Se esses cuidados não diminuírem as imperfeições, experimente os medicamentos contra acne vendidos sem receita médica. Esses produtos podem ser aplicados diretamente na pele.

  • Eles contêm peróxido de benzoíla, enxofre, resorcina ou ácido salicílico.
  • Eles matam as bactérias secando o óleo ou fazendo a primeira camada da pele descascar.
  • Podem causar vermelhidão ou descamação.

Um pouco de exposição ao sol pode melhorar a acne, mas, na maioria das vezes, apenas a camufla. Entretanto, a exposição excessiva à luz do sol ou aos raios ultravioletas não é recomendada porque ela aumenta o risco de câncer de pele.

Medicamentos controlados para acne

Se as espinhas ainda forem um problema, o médico poderá receitar medicamentos mais potentes e indicar outras opções.

Antibióticos podem ajudar algumas pessoas com acne:

  • Antibióticos orais (tomados como comprimidos), como tetraciclina, doxiciclina, minociclina, eritromicina, trimetoprima e amoxicilina
  • Antibióticos tópicos (aplicados na pele), como clindamicina, eritromicina ou dapsonea

Cremes ou géis aplicados na pele podem ser receitados:

  • Ácido retinoico em creme ou gel (tretinoína, RetinA)
  • Fórmulas manipuladas de peróxido de benzoíla, enxofre, resorcina ou ácido salicílico
  • Ácido azelaico tópico

Nas mulheres, a acne é causada ou agravada pelos hormônios:

  • Um comprimido chamada spironolactone pode ajudar
  • Anticoncepcionais podem ajudar em alguns casos, embora possam agravar a acne

Outros procedimentos ou tratamentos também podem ser úteis para combater a acne:

  • Um procedimento a laser chamado terapia fotodinâmica
  • O médico também pode recomendar um peeling químico, a remoção de cicatrizes por dermoabrasão, drenagem ou injeção de cortisona em cistos

As pessoas que têm acne cística ou cicatrizes também podem tentar um medicamento chamado isotretinoína. O médico fará um acompanhamento da evolução do tratamento enquanto estiver tomando este medicamento devido aos efeitos colaterais.

Mulheres grávidas não devem tomar isotretinoína, porque ele causa graves defeitos de nascença. As mulheres que tomam este medicamento devem usar dois métodos de contracepção antes de começar a tomar o medicamento. O dermatologista deverá acompanhar seu tratamento e fará exames de sangue regulares.

Referências

  1. Taylor EJ, Yu Y, Champer J, Kim J. Resveratrol Demonstrates Antimicrobial Effects Against Propionibacterium acnes In Vitro. Dermatology and therapy. 2014 Sep 17. PubMed PMID: 25228291. Epub 2014/09/18. Eng.
  2. Resende RR. FONTE DA JUVENTUDE? Sinais de envelhecimento em camundongos são revertidos. Nanocell News. 2014 01/28/2014;1(6). Epub 01/28/2014.
Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>