Arquivos da categoria: Edição Avulsa

Congresso Novas Vertentes Biotecnológicas para o Desenvolvimento Tecnológico-Social do Brasil

Cartaz Congresso 2017 real

Inscrições pelo link: http://institutonanocell.org.br/events/

 

Instituto de Química da USP-SP, o INSTITUTO NANOCELL, juntamente com a SOCIEDADE BRASILEIRA DE SINALIZAÇÃO CELULAR (SBSC), têm o prazer de promover o congresso Novas Vertentes Biotecnológicas para o Desenvolvimento Tecnológico-Social do Brasil.  Juntamente a este evento serão realizados o simpósio “Sinalização Celular na Biotecnologia do Futuro: Em busca de novos fármacos e biomarcadores”, o Workshop “Divulgando as Ciências” e será lançado o programa “Vozes da Ciência” que representa um canal on-line e aberto do Instituto Nanocell que terá grandes cientistas nacionais de renome internacional falando e discutindo sobre ciências, suas carreiras, projetos e desafios, assim como suas perspectivas para um Brasil mais rico, forte e inovador.

Público alvo: alunos de graduação e pós-graduação, professores do ensino médio, professores universitários, empresários e interessados em geral.

Período de 3 dias: 18/10/2017 a 20/10/2017

Local: Instituto de Química – USP, Av. Prof. Lineu Prestes, 748, Cidade Universitária, São Paulo, SP

Carga Horária: 40 horas (4ª f a 6ª f das 8:30 h às 12:30 h e 14:00 h às 20:00 h)

Objetivos:
Estabelecimento de uma rede de colaboração nacional envolvendo os 4 segmentos da biotecnologia com aplicações em distintas áreas das ciências e a promoção da geração de produtos comercializáveis através de empresas de biotecnologia

Datas importantes:
Período de inscrição: de 01 de junho a 30 de agosto de 2017

Contato:
Secretaria
E-mail: contato@institutonanocell.org.br
Assunto: Congresso NANOCELL
Inscrições nos sites:

www.institutonanocell.org.br/events/

 cartaz palestrantes 2017

 

 

Folder lado 1

 

 

II PRÊMIO CIENTISTAS E EMPREENDEDOR DO ANO INSTITUTO NANOCELL

II PRÊMIO CIENTISTAS E EMPREENDEDOR DO ANO INSTITUTO NANOCELL

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2017.02.23.007

O reconhecimento é a melhor forma de estimular alguém. E isso não é diferente com nossos cientistas e empresários. E pensando nisso é que o Instituto Nanocell lança o II Prêmio Cientistas e Empreendedor do Ano INSTITUTO NANOCELL.

Uma premiação única e a de maior abrangência em todo o território brasileiro. O reconhecimento se dá pela sociedade, pelo que os Cientistas (professores e alunos) e Empresas fazem. Seja nas ciências, na formação ou apoio às pessoas em suas voltas, muitas vezes que eles nem as conhecem, mas suas ações tocam diretamente no ponto onde cada um de nós precisamos fazendo toda a diferença para nosso coditiano. E o reconhecimento pela própria comunidade científica. A avaliação rígida e meritocrática pelos pares, onde contará sua produção científica em números e, principalmente, qualidade e formação de pessoal. A produção de patentes e lançamento de produtos inovadores que possam ser comercializados criando empresas e gerando empregos, renda e riquezas para nosso país e sociedade, construindo uma nação forte! Continue lendo

II PRÊMIO CIENTISTAS E EMPREENDEDOR DO ANO INSTITUTO NANOCELL

II PRÊMIO CIENTISTAS E EMPREENDEDOR DO ANO INSTITUTO NANOCELL

Edição Vol. 4, N. 5, 30 de Janeiro de 2017

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2017.01.30.003

O reconhecimento é a melhor forma de estimular alguém. E isso não é diferente com nossos cientistas e empresários. E pensando nisso é que o Instituto Nanocell lança o II Prêmio Cientistas e Empreendedor do Ano INSTITUTO NANOCELL. Continue lendo

LABORATÓRIO EM SALA DE AULA: Preparando Hidrogênio

LABORATÓRIO EM SALA DE AULA: Preparando Hidrogênio

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.006

Reações químicas são processos que modificam a estrutura da matéria. Substâncias reagem entre si formando novas substâncias, os produtos da reação química. As substâncias que compõem a reação antes dela ocorrer são denominados de reagentes e as substâncias que são formadas depois da reação química são os produtos. Na química inorgânica podemos classificar as reações químicas em quatro tipos diferentes:

  • Reação de síntese ou de adição: nesta reação, os produtos se unem e formam um único produto:

A + B → AB

  • Reação de análise ou decomposição: nesta reação, um único reagente dá origem a dois produtos.

AB → A + B

  • Reação de deslocamento ou simples troca: nesta reação, ocorre a permutação de um átomo ou de um íon de uma molécula ou composto iônico com outro átomo ou molécula simples.

AB + C → AC + B

Mas para que isso ocorra a substância C deve, obrigatoriamente, ser mais reativa que a substância B e, portanto, a interação entre AC é maior que a interação entre AB.

  • Reação de dupla-troca: nesta reação, dois reagentes compostos originarão dois produtos compostos. Porém, para que a reação ocorra é necessário que um dos produtos, quando comparados aos reagentes, seja menos ionizável, mais volátil ou insolúvel.

AB + CD → AC + BD

Ensinaremos a preparar hidrogênio através de uma reação de simples troca: ação do ácido muriático (ácido clorídrico) sobre o metal ferro (Figura 1). Quando se coloca ferro metálico (Fe(s)) na presença de ácido clorídrico (HCl), o íon ferro desloca o íon hidrogênio, formando cloreto de ferro (II) (FeCl2) e gás hidrogênio (H2), um gás altamente inflamável, isto é, que pega fogo:

2HCl(aq) + Fe(s) → FeCl2(aq) + H2

hidrogenio

Figura 1: Reação de simples troca entre um ácido e um metal. (reprodução/ youbube)

Material necessário

  • Tudo de ensaio
  • Bombril ou prego
  • Ácido clorídrico
  • Pregador de roupa
  • Palito de fósforo
  • Rolha

Passo-a-passo

  1. Coloque o prego ou Bombril em um tudo de ensaio (ou um copo pequeno e fino)
  2. Segure o copo com o auxílio do pregador de roupa
  3. Cubra-o com o ácido clorídrico
  4. Feche o tubo com a ajuda da rolha
  5. Observe e espere aproximadamente 1 minuto
  6. Acenda um palito de fósforo e o aproxime da entrada do tubo; no mesmo momento retire a rolha. Os alunos observarão um pequeno estampido na combustão do H2. Diminua a luminosidade da sala para uma melhor observação da combustão.

Referências

  1. Maia, SRR. et. al. Manual de Aulas Práticas de um Laboratório de Química com Materiais Alternativos. Subprojeto PIBID/Química/FAEC-UECE, 2013.
  2. http://www.brasilescola.com/, acessado em 02 de junho de 2015.

UREIA E FORMOL: UMA UNIÃO PERFEITA

UREIA E FORMOL: UMA UNIÃO PERFEITA

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.004

Você saberia me dizer do que são formados os plásticos? Os plásticos são formados de polímeros. Mas oque são polímeros? Os polímeros são compostos de elevado peso molecular formados pela união de um grande número de moléculas, denominada monômeros. Os monômeros formadores dos polímeros podem ser todos compostos da mesma substância ou de substâncias diferentes. O polietileno é um polímero formado por monômeros iguais de etileno, enquanto o náilon é um polímero formado pela união de hexametilnodiamina com ácido adípico. Continue lendo

REAÇÕES DE OXIDAÇÃO DE MATERIAIS ORGÂNICOS

REAÇÕES DE OXIDAÇÃO DE MATERIAIS ORGÂNICOS

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.005

Ferrugem, sabem o que é isso? Já viram algum ferro em que se apresenta umas cores meio marrom amarelado? Essa cor é o resultado da oxidação do ferro, isto é quando o ferro da barra metálica sofre reação com o oxigênio do ar. Continue lendo

BOLINHAS SALTITANTES: Como Se Identifica O Gás Carbônico!

BOLINHAS SALTITANTES: Como Se Identifica O Gás Carbônico!

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.003

Quem nunca teve azia? Depois daquele espaguete à bolonhesa lotado de massa de tomate, para algumas pessoas é tiro e queda. Azia na certa! Mesmo tendo azias constantes ou não, o nome do remédio para aliviar este incômodo está na ponta da língua de todos: bicarbonato de sódio! Continue lendo

ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE SOLUÇÕES NA QUÍMICA: Classificando As Dispersões!

ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE SOLUÇÕES NA QUÍMICA: Classificando As Dispersões!

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.002

Você sabe diferenciar soluções homogêneas de uma solução coloidal? Não é muito difícil fazer esse tipo de confusão, pois essas substâncias são homogêneas, ou seja, tem a mesma aparência a olho nu! Porém em nível microscópio elas apresentam propriedades distintas: as soluções coloidais, por exemplo, podem ser separadas por membranas semipermeáveis ou por centrifugação e os componentes da mistura podem ser observados em microscópio. Continue lendo

LABORATÓRIO EM SALA DE AULA: Preparando Água Destilada

LABORATÓRIO EM SALA DE AULA: Preparando Água Destilada

Rebecca Vasconcellos Botelho de Medeiros, Rodrigo R. Resende, Saulo Robério Rodrigues Maia

Edição Avulsa (Alô, Escolas!) Vol. 2, N. 14, 06 de Julho de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.07.16.001

O petróleo, aquele óleo preto que é obtido das profundezas da terra, seja no continente seja nos oceanos, com seu fracionamento gera a gasolina, que serve de combustível para grande parte dos automóveis que circulam no mundo. Ele também pode dar origem a vários outros produtos como, por exemplo, a parafina, o gás natural, plásticos, produtos asfálticos, nafta petroquímica, querosene, solventes, óleos combustíveis, óleos lubrificantes, óleo diesel e combustível de aviação. Isto é possível através da destilação fracionada do petróleo. A destilação é um método muito utilizado nas indústrias para separar duas ou mais substâncias em uma mistura. Bastam os componentes desta mistura possuírem pontos de ebulição diferentes, isto é, pontos em que as substâncias dentro da mistura entram em evaporação, como ocorre nos derivados do petróleo, que possuem pontos de ebulição diferentes e valores próximos um dos outros. Continue lendo

QUAL A NATUREZA DA POLÍTICA? Da Tradição Das Leis Naturais E Dos Direitos Naturais – Impeachment Já (Parte 2)

QUAL A NATUREZA DA POLÍTICA? Da Tradição Das Leis Naturais E Dos Direitos Naturais – Impeachment Já (Parte 2)

Caio S. Lois

É professor, cientista social e jornalista

Edição Avulsa Vol. 2, N. 07, 14 de Fevereiro de 2015

 DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.02.14.001

John Locke é um dos fundadores da filosofia política “liberal”, a filosofia dos direitos individuais e governo limitado. Esta é a filosofia em que a Constituição da República Federativa do Brasil e todos os sistemas políticos ocidentais hoje se baseiam, incluindo, com grande exceção na prática, os parceiros e Hermanos subdesenvolvidos Venezuela, Argentina, Bolívia, o eixo do mal da América do Sul. Continue lendo

QUAL É A NATUREZA HUMANA? QUAL A NATUREZA DA CORRUPÇÃO? (Parte 1)

QUAL É A NATUREZA HUMANA? QUAL A NATUREZA DA CORRUPÇÃO? (Parte 1)

Caio S. Lois

É professor, cientista social e jornalista

Edição Avulsa Vol. 2, N. 07, 8 de Fevereiro de 2015

 DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.02.08.001

Antes de abordarmos um tema corrente e nefasto de nossa sociedade, a corrupção, temos que entender o porquê dela ocorrer. E ela só ocorre devido ao próprio homem. Então, nada mais coerente entender primeiro qual é a natureza humana, assim entenderemos como o jogo político corrompe o ser humano. Continue lendo

PASSE LIVRE: É Possível Sim Existir Almoço Grátis!

PASSE LIVRE: É Possível Sim Existir Almoço Grátis!

Erick Fernandes

É aluno da Unifesp e escritor

Edição Avulsa Vol. 2, N. 06, 31 de Janeiro de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.01.31.001

Grande parte dos eleitores que reivindicam o passe livre em manifestações, no início das eleições oscilaram entre Dilma, Marina e Luciana Genro. Entretanto, Marina e Aécio pareciam ser os únicos que tinham uma noção do que ocorre em questão de gastos públicos na economia brasileira. Em uma entrevista para o Estadão, Armínio Fraga alega que o brasileiro sequer notaria caso fossem realmente adotados cortes e reajustes no meio econômico. Isso dá a concluir que o Estado em que vivemos é composto de gastos com o desnecessário e um alto aparelhamento estatal dotado de alianças políticas. Tais gastos desnecessários poderiam ser destinados a demandas como a do passe livre para estudantes ou pessoas de baixa renda, assim como investimentos em infraestrutura para que o setor industrial se torne mais produtivo _ também poderiam ser feitos sem o aumento tributário no bolso dos brasileiros. Continue lendo

CALVÍCIE E CÂNCER DE PRÓSTATA: Padrão De Calvícies Específicas Ligadas Ao Aumento Do Risco De Câncer De Próstata

CALVÍCIE E CÂNCER DE PRÓSTATA: Padrão De Calvícies Específicas Ligadas Ao Aumento Do Risco De Câncer De Próstata

Edição Avulsa Vol. 2, N. 06, 26 de Janeiro de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.01.26.002

É dos carecas que elas gostam mais… cuidado, o câncer de próstata pode estar relacionado à calvície!

Cada vez mais, há evidências que sugerem que tanto o câncer de próstata e a calvície masculina estão ligados ao aumento dos níveis de andrógenos (hormônios sexuais masculinos) e receptores de andrógenos.

Homens com um padrão específico de calvície aos 45 anos têm um risco aumentado de 40% em desenvolver mais tarde o câncer de próstata agressivo, de acordo com um estudo publicado no Journal of Clinical Oncology (1).

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, na Filadélfia, EUA, descobriram que os homens afro-americanos que sofrem de calvície foram 69% mais propensos a desenvolver câncer de próstata do que aqueles sem a calvície (2).

Essa equipe de cientistas – que analisou 318 pacientes com câncer de próstata do afro-americano com a calvície (com idade entre 39-86), e 219 homens afro-americanos que não têm câncer de próstata (com idade entre 33-93) – também descobriu que a probabilidade de câncer de próstata agressivo dobrou em homens com calvície frontal (Figura 1) (2).

No geral, a calvície frontal estava ligada ao estágio de alto grau do câncer de próstata, enquanto a calvície em coroa estava ligada ao câncer de próstata de baixo grau.

Além disso, em outro estudo, os cientistas analisaram a ligação entre a calvície e o risco de câncer de próstata. Os pesquisadores da Divisão de Epidemiologia e Genética do Câncer do Instituto Nacional do Câncer, em Bethesda, (Maryland, nos EUA), analisaram dados do questionário de 39.070 homens com idades entre 55-74 anos (1).

Durante o período de acompanhamento, 1.138 dos homens no grupo de estudo foram diagnosticados com câncer de próstata. A média de idade no momento do diagnóstico foi de 72 anos, e 51% dos casos foram definidos como cânceres “agressivos” (1).

Os pesquisadores descobriram que os homens que tinham calvície frontal e calvície de coroa moderada eram 40% mais propensos a desenvolver câncer de próstata agressivo, em comparação com os homens que não tinham qualquer calvície.

Pode até haver discordâncias na porcentagem das pesquisas, entretanto, a correlação é alta e os dados demonstram que uma relação existe, os níveis de hormônios estão mais altos nos carecas, que também estão diretamente relacionados ao câncer de próstata.

Portanto, previnam-se.

Slide1

Figura 1: Usando uma ferramenta pictórica, os homens identificados no questionário e que seus padrões de perda de cabelo foram caracterizados aos 45 anos. Crédito da imagem: Sociedade Americana de Oncologia Clínica

A atividade física está ligada ao menor risco de morte em homens com câncer de próstata localizado

Cerca de 1 em 7 homens irão desenvolver câncer de próstata em sua vida. Mas um novo estudo sugere que homens com câncer de próstata localizado poderia reduzir o risco de mortalidade específica por câncer de todas as causas e de próstata, inclusive, simplesmente por fazer mais exercícios. Uma simples caminhada de 30 minutos, 5 vezes por semana já reduz esse risco.

Referências

  1. Zhou CK, Pfeiffer RM, Cleary SD, Hoffman HJ, Levine PH, Chu LW, et al. Relationship Between Male Pattern Baldness and the Risk of Aggressive Prostate Cancer: An Analysis of the Prostate, Lung, Colorectal, and Ovarian Cancer Screening Trial. J Clin Oncol. 2014 Sep 15. PubMed PMID: 25225425. Epub 2014/09/17. Eng.
  2. Zeigler-Johnson C, Morales KH, Spangler E, Chang BL, Rebbeck TR. Relationship of early-onset baldness to prostate cancer in African-American men. Cancer epidemiology, biomarkers & prevention : a publication of the American Association for Cancer Research, cosponsored by the American Society of Preventive Oncology. 2013 Apr;22(4):589-96. PubMed PMID: 23532004. Pubmed Central PMCID: 3617056. Epub 2013/03/28. eng.

NÃO É O GENE EGOÍSTA, MAS SIM A SOCIALIZAÇÃO DOS RIBOSSOMOS QUE É O ELO PERDIDO

NÃO É O GENE EGOÍSTA, MAS SIM A SOCIALIZAÇÃO DOS RIBOSSOMOS QUE É O ELO PERDIDO

Edição Avulsa Vol. 2, N. 05, 08 de Janeiro de 2015

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2015.01.08.002

O gene egoísta não explica a evolução. Uma nova perspectiva deve ser estudada, a da formação da sociedade, o ser torna-se sociável, filantropo para viver melhor e procriar mais.

Desde a descoberta de que o DNA codifica a informação genética, a pesquisas sobre a evolução da vida têm se concentrado em suas origens genéticas. Seguindo esta abordagem “genes primeiro”, o biólogo evolucionista Richard Dawkins argumentou em seu livro “O Gene Egoísta” que as células e os organismos evoluíram simplesmente como pacotes para protegerem cada vez mais de maneira eficiente e transmitirem seus genes. Porém, não é bem assim… Continue lendo

MÚSCULOS DE HOMENS E MULHERES SÃO GENETICAMENTE DIFERENTES, DETERMINANDO MAIOR FORÇA PARA ELES E MAIS RAPIDEZ PARA ELAS

MÚSCULOS DE HOMENS E MULHERES SÃO GENETICAMENTE DIFERENTES, DETERMINANDO MAIOR FORÇA PARA ELES E MAIS RAPIDEZ PARA ELAS

Edição Vol. 2, N. 02, 05 de Novembro de 2014

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2014.11.05.001

Uma nova pesquisa mapeou o transcriptoma do músculo esquelético humano, o músculo responsável pelos movimentos do corpo, revelando genes que nunca haviam sido identificados antes e que os homens têm genes musculares mais ativos que as mulheres.

Se você quiser saber de seu médico o que se passa de errado com seus músculos por causa da idade, doença ou lesão é uma boa ideia então saber o que está, na verdade, “normal”. Este é um estudo que foi publicado em outubro de 2014 na revista científica FASEB Journal. Continue lendo

EFEITO ESTUFA E SEU IMPACTO ECOLÓGICO SOBRE AS ESTAÇÕES

EFEITO ESTUFA E SEU IMPACTO ECOLÓGICO SOBRE AS ESTAÇÕES

Edição Avulsa Vol. 2, N. 02, 03 de Novembro de 2014

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2014.11.03.001

Que calor dos infernos é este?! Exclama e se admira seu colega ao seu lado. Precisa chover logo, não consigo nem respirar! Responde você fazendo gesto de quase morto com dificuldade de respirar um ar seco e quente…

Isso não é uma estória de contos de fada, mas uma triste realidade que estamos passando em todo o sudeste e nordeste. Quem imaginou que o sudeste também ficaria em um estado de tremenda seca, cuja umidade do ar, atinge índices abaixo de 20%. O limite aceitável pelo ser humano! Continue lendo